Ações da UFSC contra o Coronavírus

Conheça aqui algumas das ações da UFSC durante a Pandemia no combate à Covid-19. As ações começaram no início de março/2020.

Ciência Contra a Covid-19

Foto: Cristiano Estrela / Secom-SC

Pesquisadores – docentes, técnicos e estudantes da UFSC – vêm promovendo e participando de centenas de lives, webinars, podcasts, além de disponibilizarem vídeos, material de estudo e boletins de pesquisa sobre o impacto da Covid-19 sobre a vida dos catarinenses. Estudiosos da UFSC analisam curva de contágio diariamente e oferecem seu olhar científico sobre as decisões a respeito do tratamento e da prevenção da doença, desde o início desta pandemia. 

A produção científica da UFSC não parou. Os professores, mesmo com as atividades de ensino suspensas, continuam publicando seus artigos, desenvolvendo suas pesquisas gerando conhecimento nas diversas áreas abarcadas pelos Centros de Ensino da UFSC. A UFSC tem centenas de projetos de pesquisa e extensão cadastrados, com ligação direta ao combate à Pandemia. Dentre eles, estão aprovadas e em andamento pesquisas sobre o mapeamento da pandemia; silenciamento genético de codificadores de proteínas estruturais do vírus SARS-CoV-2; desenvolvimento de kit diagnóstico para Covid-19; modelos matemáticos; atendimento dos profissionais de saúde; fake news; trabalho em home office; pacientes em UTI; medidas de segurança; desenvolvimento de aplicativos; estratégias não farmacológicas para a contenção do novo Coronavírus; identificação de vírus e suas mutações e dispersões; impactos psicossociais da pandemia; entre outros. Dentre os projetos de extensão cadastrados estão iniciativas sobre aleitamento materno e Covid-19 no HU/UFSC; a confiabilidade da Tecnologia em Saúde em processos de triagem de pacientes com suspeita de Covid-19; as divulgações científicas para a sociedade; os respiradores artificiais; as queimaduras por álcool no Brasil durante a pandemia; a atualização em Enfermagem no trato com pacientes de Covid-19; entre outros.

Professores da UFSC já desenvolveram respiradores de baixo custo, equipamentos que já entraram em produção após serem testados nos hospitais mais conceituados do Brasil, como o Sírio-Libanês. Além disso, tecnologias criadas pela UFSC já funcionam em várias cidades catarinenses para telemedicina, aplicativos para mapear casos de Covid-19 e evitar o contágio, além de recursos para aprendizagem.

Os cientistas da UFSC participam de entrevistas e debates junto à imprensa, e já ensinaram o público em geral a fazer suas próprias máscaras, da maneira mais eficaz contra a propagação da doença, além de oferecer informações sobre como cuidar de sua casa e seus familiares – ao voltar do supermercado, ao fazer suas compras de alimentos, ao utilizar o transporte coletivoAlém disso, a UFSC já possui pesquisas em andamento para vacinas contra a Covid-19, e foi a primeira instituição nas Américas a identificar o vírus na rede de esgoto, testando amostras de meses atrás, concluindo que o novo Coronavírus já estava em Florianópolis em novembro de 2019.

A UFSC já oferece cursos abertos à população em geral sobre o uso de tecnologias digitais em educação. Além das estruturas de capacitação disponíveis aos técnicos e docentes da UFSC, existem dezenas de oportunidades de capacitação gratuitas para estudantes e para a população em geral. A UFSC criou também durante a pandemia 16 núcleos oferecendo dezenas de cursos, que chegam, além da comunidade de professores, técnicos e estudantes da UFSC, também a prefeituras e escolas de todo o Estado.

Só na área da saúde, a manteve os cursos ligados à UNA-SUS e, em parceria com o Conselho Nacional de Enfermagem, capacita mais de 300 mil profissionais de enfermagem por meio de cursos on-line, voltados ao cuidado a pacientes de Covid-19. 

>> Leia aqui notícias sobre eventos promovidos pela comunidade da UFSC

>> Veja aqui as notícias sobre as pesquisas da UFSC no combate à Pandemia


Hospital Universitário

O Hospital Universitário Professor Polydoro Ernani de São Thiago da Universidade Federal de Santa Catarina (HU/UFSC) desenvolveu um plano de contingência para enfrentar a pandemia causada pelo novo coronavírus. O plano inclui destinação de novos leitos, contratações de profissionais temporários, distribuição de equipamentos de proteção e capacitaçaõ da equipe do hospital.

Com investimentos de mais de R$ 8 milhões da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), o HU disponibilizou 75 leitos exclusivos para pacientes com Covid-19. Os leitos estão sendo ocupados de acordo com a demanda, mas todas as vagas estão pactuadas com a Secretaria de Saúde do Estado de SC, sendo 20 leitos para Emergência Respiratória, 25 para Clínica Médica, um para Obstetrícia, oito para Pediatria e 21 para Terapia Intensiva, incluindo um Neonatal.

Além disso, o HU adquiriu equipamentos de proteção individual (EPIs), kits de teste rápido, medicamentos, respiradores/ventiladores artificiais eletrônicos, além de outros equipamentos. Também foram adquiridos materiais de grupo hospitalar, produtos de higienização e desinfecção, entre outros.

O HU também ampliou de forma temporária a equipe de trabalho, por meio de 103 contratações temporárias em processo seletivo emergencial. São médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas, entre outros, que atendem tanto na área de internação quanto UTI e emergência, conforme o plano de contingência.

Todas essas iniciativas fazem parte de um plano de contingência do HU que inclui ainda a criação de um fluxo exclusivo para pacientes com problemas respiratórios, a capacitação da equipe assistencial em relação aos cuidados com pacientes críticos e utilização de EPIs, bem como a integração de novas equipes de profissionais da área assistencial para os trabalhos durante a pandemia.

Desde o início de abril, equipes do HU promoveram capacitação de mais de 2 mil profissionais, sendo 1.334 inscritos em treinamentos relacionados ao cuidado com o paciente com Covid-19 e 775 exclusivamente ao uso de EPIs no cuidado a pacientes suspeitos ou confirmados com a doença. Essas capacitações são realizadas em espaço adequado, com número limitado de participantes, e em horários diferenciados, abertas para todos os profissionais do hospital.

O Hospital desenvolve, ainda, iniciativas de cuidado da saúde mental, orientações a profissionais de saúde sobre o atendimento de crianças com Covid-19, capacitação sobre o uso de EPIs, entre outras iniciativas.

>> Leia aqui notícias sobre o HU no combate à pandemia
>> Acesse o site do HU/UFSC aqui

 

 


Produção de álcool 70 e EPIs

Foto: Dayane Meyer/Agecom/UFSC

Álcool 70

A UFSC produziu, em seus laboratórios, mais de 6 mil litros de álcool 70, glicerinado e em gel. Também montou parcerias com produtores rurais e alambiques locais para transformar bebidas alcoólicas apreendidas pela Receita Federal em 1500 litros de álcool para desinfecção

A UFSC tem dois departamentos (Química e Farmácia – campus Florianópolis) atuando na produção de álcool em gel, com três laboratórios dedicados. A previsão é que a produção ultrapasse os 6 mil litros de álcool 70, glicerinado e em gel. Para produzir essa quantidade, contaram com doações de entidades representativas da instituição (Apufsc-Sindical), além de empresas e compras de insumos feitas pela Universidade.

O governo de Santa Catarina agradeceu a UFSC em maio, pela doação de 400 litros de álcool líquido a 70º e de outros 200 litros de álcool a 70º glicerinado.

Equipamentos de Proteção Individual

A UFSC produziu e doou aos serviços públicos de saúde cerca de 3 mil máscaras do tipo face shield, além de máscaras feitas em impressão 3D no padrão adequado aos profissionais de saúde. Esses materiais chegaram a mais de 40 municípios catarinenses. Isso foi possível graças a parcerias também com outras instituições, como o IFSC, e por iniciativas de professores da UFSC em seus laboratórios. 

O grupo multidisciplinar de Equipamentos Médicos de Emergência (EME) produziu, até 3 de abril, cerca de 2,5 mil máscaras do tipo face shield para mais de 60 unidades de saúde, atendendo a rede pública da Grande Florianópolis, SAMU, Corpo de Bombeiros Militar e UPAs de estado de Santa Catarina. Atualmente o grupo encerrou as atividades de produção de máscaras, mas segue desenvolvendo projetos de ventilador pulmonar eletromecânico e de ventilador pulmonar de emergência.

 


Testagem do Coronavírus

A UFSC tem um grupo de pesquisadores realizando, desde março, uma força-tarefa para testar a infecção por coronavírus em parceria com o Laboratório Central de Santa Catarina (Lacen/SC).

Além disso, o grupo realiza a testagem de profissionais de saúde e pacientes do Hospital Universitário (HU-UFSC). O resultado dos testes ajuda a agilizar na tomada de decisões de gestão de pessoas e de leitos hospitalares e embasa melhor a adoção de medidas para combater o avanço da pandemia da Covid-19, além de auxiliar a desafogar o sistema de saúde na testagem da população.

De acordo com a professora do Departamento de Análises Clínicas da UFSC, Maria Luiza Bazzo, que coordena o Laboratório de Biologia Molecular, Microbiologia e Sorologia (LBMMS/CCS/UFSC), que funciona no HU, são cerca de 20 pessoas, entre pesquisadores, professores, profissionais de saúde, técnicos e estudantes de pós-graduação envolvidas nas testagens. O grupo consegue entregar os resultados dos testes entre 12 e 48 horas.

A testagem segue o protocolo do HU-UFSC, os testes são solicitados após avaliação clínica ou de risco de exposição, entre 12 e 24 amostras são testadas diariamente. Os primeiros 400 kits de testes foram disponibilizados pela UFSC. Além do suporte da Universidade, o Lacen também apoia esta iniciativa com o fornecimento de kits e outros insumos necessários para a realização dos exames.

>> Leia mais nesta notícia produzida pela equipe de comunicação do HU

 


Ações de solidariedade desenvolvidas junto à comunidade

UFSC Solidária

Durante a pandemia a UFSC lançou um edital por mês, como Apoio Emergencial aos estudantes em vulnerabilidade, no valor de R$ 200. Além disso, toda a comida estocada no Restaurante Universitário – cerca de 15 toneladas de alimentos – foi doada a estudantes e suas famílias, e também a comunidades carentes.

Desde 1º de julho está cadastrando estudantes que precisam de computadores e de auxílio para comprar pacotes de acesso à Internet – em preparação para a oferta do ensino não presencial.

Os servidores e estudantes da UFSC participam de projeto que distribui produtos da agricultura familiar a comunidades carentes, no apoio às comunidades indígenas e até mesmo com um outro projeto que promove o plantio e doação de alimentos agroecológicos a famílias carentes. A UFSC, por meio de sua comunidade, promove semanalmente a arrecadação de recursos, donativos, para a compra e distribuição de cestas básicas e de alimentos orgânicos em todas as cidades onde a UFSC tem campi – Florianópolis, Blumenau, Curitibanos, Araranguá e Joinville.

A solidariedade está ativa na UFSC também na mobilização para ajudar empreendedores a enfrentar a crise financeira causada pela pandemia, na monitoria gratuita para candidatos dos principais vestibulares e Enem, no atendimento às necessidades das famílias do Colégio de Aplicação com cestas básicas e donativos, na cessão de espaço físico para alojamento de profissionais do HU, e do uso da infraestrutura da UFSC para vacinar a população.

 

>> Acesse aqui todas as iniciativas UFSC Solidária

 


Campanhas Educativas

A Agência de Comunicação (Agecom), professores, técnicos, entidades e departamentos da UFSC já produziram dezenas de campanhas educativas à população. Além das inúmeras lives, a comunidade da UFSC disponibiliza materiais informativos voltados à crianças e idosos, atividades físicas para serem feitas em casa, informações sobre saúde mental. Já divulgou orientações para quem tem doenças respiratórias crônicas, quem precisa cuidar de alguém infectado com a Covid-19, amamentação quando a mãe está doente,

E por meio do projeto #QuarentenaArte a produção artístico-cultural catarinense, como filmes, shows, documentários, peças teatrais, etc. são disponibilizadas a toda a população por meio do YouTube e da TV UFSC.

Aprenda com as dicas da UFSC:

Como higienizar as mãos e superfícies

Orientações para pessoas com doenças respiratórias crônicas

Acessibilidade para Surdos durante a pandemia

Medidas de proteção para a ida ao mercado 

Compra de alimentos

Dicas para crianças – Prevenção e Atividades

Dicas de fabricação e testes de máscaras faciais caseiras

Mitos e verdades sobre a utilização do álcool 70

Amamentação durante a pandemia

Covid-19 e Violência Doméstica

Saúde Mental e autocuidado

UFSC Live: subnotificação em Santa Catarina

Exercícios Físicos em casa

UFSC Explica: Pandemias

#QuarentenaArte

Ciência na pandemia

Estão presentes inúmeras matérias sobre as contribuições dos cientistas da UFSC na análise dos dados da pandemia e suas consequências, além da cobertura da imprensa com auxílio de fontes da UFSC. Um exemplo é o boletim epidemiológico com dados do Vale do Araranguá, além da participação de professores e pesquisadores da UFSC em debates e lives. Além dessas campanhas, a UFSC vem mobilizando esforços na divulgação sobre mucosas e a transmissão da Covid-19perguntas e respostas sobre o Coronavíruslives sobre ciência com a comunidade acadêmica da UFSC Blumenaucampanha “partilha do sensível” da UFSC Curitibanos, coberturas especiais da Rádio Ponto e do Cotidiano UFSC, e muito mais.

Os grupos de estudos da UFSC também têm atuado, com muitas publicações neste momento da pandemia. Entre eles, um boletim com notícias e entrevistas, do Instituto de Estudos de Gênero e um projeto on-line do Laboratório de Neuropsicologia Cognitiva e Escolar (Lance), do Departamento de Psicologia da UFSC, para ajudar pais e familiares a entreterem e estimularem suas crianças durante a pandemia.